Sobre estilo, autoestima, e imagem


Feliz de quem pode deliciar-se em reafirmar com segurança o seu estilo diariamente. Refletir o estilo através da externalização da personalidade, da essência e da história de vida é como moldar o reflexo do espelho fielmente aos preceitos da alma. Engana-se também quem pensa que não tem estilo, afinal ele é inerente ao ser humano: é um misto da nossa história – da influência dos nossos pais e de onde crescemos - somado as nossas inspirações e ambições diárias. O que pode acontecer é não termos o domínio dele e deixar que o acaso, o medo e as influências externas ditem a nossa escolha diária de vestimenta. Um grande erro, você não acha?


Porém é assim que acontece, na maioria das vezes. E então nos vemos fadados à insegurança, dizendo em alto e bom som que não temos o que vestir - enquanto o guarda-roupa mostra-se abarrotado - e que não gostamos do que vemos no espelho. Ou pior: deixamos que a desculpa da correria diária não nos permita nem mesmo o olhar profundo e demorado que tanto precisamos para o processo de autoconhecimento.


E esse processo faz-se tão necessário, não apenas para fazer escolhas de vestir-se de forma coerente (e então descobrir que poucas mas certas peças no guarda-roupa são mais do que suficientes) mas também para todo o resto: escolher o que comer, onde passar o final de semana, qual o melhor emprego, etc.


A roupa, minha gente, é apenas a pontinha do iceberg. No entanto, o processo pode ser mais divertido e leve se começarmos por ela. Um “consultor de imagem “ ou um processo de “coaching de imagem” podem te ajudar nisso. E, por enquanto, eu posso te ajudar com dez dicas básicas:

  1. Tenha o hábito de olhar-se no espelho, de verdade. Ele precisa ser de corpo inteiro, estar em um lugar iluminado, em um canto da casa sem poluição visual. Olhe-se de todos os ângulos quando estiver completamente pronta para sair de casa: com bolsa, com calçado e com maquiagem.

  2. Faça combinações entre suas peças que não esteja habituada a fazer. Saia da zona de conforto e, ao invés de usar sempre a mesma blusa com a mesma calça, coloque em cima da cama – quando possuir tempo para isso - outras possibilidades de peça que você considera que combinem, ou que reflitam sua personalidade. Experiente: você vai se surpreender com a quantidade de novos looks que terá disponível.

  3. Fotografe-se antes de sair de casa. Vá fazendo um arquivo com as fotos e, uma vez por semana ou por mês, analise todos os looks, vendo o que mais gosta, o que menos gosta, sempre respondendo aos “porquês”. Aprenda, assim, mais sobre si mesma através das escolhas diárias que você faz para vestir.

  4. Sempre que quiser ousar mas acaba por dizer a si mesma que não gostou ou não tem certeza, tente descobrir realmente o que não gosta. Nós costumamos nos boicotar ao sair da zona de conforto e é normal ter certo medo inicial, porém não deixe que ele seja uma barreira a sua evolução. Você é mais forte do que isso.

  5. Faça um painel de referências e deixe em um local visível. Nele, pode colocar além de ícones que admira, referências de decoração locais, imagens que despertem sensações ou que quer que sirva para te inspirar. Contudo não esqueça de adicionar àquilo que já existe no mundo o próprio jeitinho.

  6. Nunca saia de casa sentindo-se horrível ou desconfortável. Lembre-se que você pode não ter o domínio sobre várias coisas no seu dia, porém está em suas mãos a escolha do que vestir.

  7. Valorize o que você tem de bom. Serve para o corpo, e também para a personalidade. É uma pessoa extrovertida e divertida? Então porque usa apenas preto, cinza e bege?

  8. Procure saber mais sobre os ambientes que irá frequentar no dia. Não conhece pessoalmente? Dê uma olhada na internet, utilize as inúmeras vantagens desse benefício. Garanto que você se vestirá de maneira mais segura sabendo como é o local.

  9. Mantenha suas peças arrumadas e bem organizadas. Essa dica vale para roupas, para acessórios, para calçados, etc. Aquela máxima “quem não é visto não é lembrado” serve como lembrete aqui.

  10. Permita-se pequenos desafios semanais ou diários, os quais vão ao encontro de seu objetivo – ou de seu ideal de imagem. Quer estar diariamente mais arrumada, porém não costuma utilizar maquiagem? Comece com um corretivo, um rímel, um batom, ou o que fizer sentido para ti no conceito de arrumada, e isso pode significar até incluir um saltinho no meio de tantas rasteirinhas.

Reafirmar-se para os outros e para si e sentir-se familiarizada com o seu estilo são fatores que fazem parte de uma construção diária. Como tudo na vida, esse processo requer dedicação. No entanto o ganho que ele nos proporciona é intangível e para a vida toda. E essa é a definição de estilo: autoconhecimento, aperfeiçoamento diário, propor-se a novas descobertas e, acima de tudo, reafirmar você: independente dos blogs, da moda, da capa de revista. E enxergar no espelho aquela pessoa linda que mora dentro daquela imagem.


Featured Posts
Recent Posts
Posts em breve
Fique ligado...
Archive
Search By Tags
Nenhum tag.
Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Av. Cristóvão Colombo, 3084,

Porto Alegre, RS, Brazil 90560-005

T +55 51 3362 3530

equipe@drviniciuslima.com

  • Facebook Social Icon
  • Screen Shot 2015-08-11 at 11.35.03 AM.png

© 2023 Dr Vinicius Lima. All rights reserved

Ganhe um livro de presente!

Clique aqui na capa e ganhe acesso imediato ao livro Sem Dúvida! Respostas Completas Sobre Cirurgia Plástica, criado pelo Dr. Vinícius para responder às 80 perguntas mais frequentes em consultório